Galeria fotos assembléia da Educação no FSM2009

Galeria fotos assembléia da Educação no FSM2009 31/01/2009 – Janaína Abreu A Assembléia da Educação reuniu mais de 500 pessoas na manhã do dia 1o de fevereiro, em Belém (Pará). O objetivo era que redes, instituições, grupos, educadores(as) socializem suas discussões realizadas durante as Fóruns Mundial de Educação e Social Mundial. Cerca de 300 atividades autogestionadas foram inscritas nos cinco dias de evento. A metodologia de apresentação foi baseada em quatro perguntas: 1) O que fizemos nos FME e FSM; 2) Principais temas e/ou demandas; 3) Propostas de encaminhamentos e 4) Produções/documentos.

Campanha Educação não é mercadoria, visa denunciar o processo de mercantilização e desnacionalização da educação superior e exigir do governo federal medidas concretas para regulamentar a educação privada e barrar a ingerência do capital estrangeiro no campo da educação no País. 1) Toda a escola deve ser inclusiva, gratuita, próxima à casa do aluno(a), exercer a gestão democrática e trabalhar as questões do Estatuto da Criança e do Adolescente; 2) O financiamento para a área deve promover a educação de qualidade; 3) O orçamento deve ser transparente para que a sociedade faça monitoramento; 4) A educação de boa qualidade depende da efetivação inegável do(a) estudante de aprender e do professor de ensinar. II Jornada Internacional de Educação Ambiental: 1) Comunicação: viabilizar uma melhor socialização quanto aos conceitos que fundamentam a educação ambiental, assim como do próprio Tratado, enquanto documento que orienta atitudes para a sustentabilidade; 2) Políticas Públicas: garantir uma maior abrangência da educação ambiental nos três níveis de organização da sociedade (poder público, iniciativa privada e terceiro setor); 3) Coletivos e Redes: ampliar, articular e integrar as organizações da sociedade civil com o propósito de fortalecer transformações significativas; 4) Autonomia dos povos: consolidar o respeito à diversidade para o empoderamento das comunidades.

Leslie Toledo (Valencia) e Beatriz Gonzalez Soto (Colômbia), do Conselho Internacional do Fórum Mundial de Educação.

(Fonte IPF Brasil)


Aquesta entrada ha esta publicada en ENSENYAMENT, FME - FSM, MOVIMENTS SOCIALS. Afegeix a les adreces d'interès l'enllaç permanent.

Deixa un comentari

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

Esteu comentant fent servir el compte WordPress.com. Log Out / Canvia )

Twitter picture

Esteu comentant fent servir el compte Twitter. Log Out / Canvia )

Facebook photo

Esteu comentant fent servir el compte Facebook. Log Out / Canvia )

Google+ photo

Esteu comentant fent servir el compte Google+. Log Out / Canvia )

Connecting to %s