Rap global, novo livro de poesia de Boaventura de Sousa Santos

Rap global 1ª parte Entrevista Globo

Rap global 2ª parte Entrevista Globo

O professor Boaventura de Sousa Santos, reconhecido internacionalmente como um dos maiores intelectuais contemporâneos, um dos criadores do Fórum Social Mundial e autor de inúmeros livros sobre cultura, política e globalização, resolveu vestir a pele de um jovem rapper do Barreiro, baptizado por ele de Queni N.S.L.Oeste, no seu novo livro de poesia, editado no Brasi pela editora Aeroplano, com o título Rap Global, e que pretende ser eco da chamada literatura das quebradas.

Boaventura de Sousa Santos é ainda cientista social, doutor em Sociologia do Direito pela Universidade Yale e professor titular de Economia da Universidade de Coimbra, e é conhecido pelas suas suas críticas à “monocultura racional” do mundo moderno,

Como indica o seu nome esdrúxulo — uma alusão ao rapper americano Kanye West —, o jovem Queni é na verdade apenas uma invenção do sociólogo, um alter ego que funciona como narrador imaginário de sua nova obra, definida como “um grito do Ipiranga de quem foi até os confins da mais louca e oculta modernidade ocidental para poder denunciá-la sem peso nem medida mas com conhecimento de causa” .

Depois de dois livros de poemas — “Escrita INKZ” (Aeroplano, 2004) e “Janela presa no andaime” (Scriptum, 2009) —, o sociólogo chamou de rap esta nova obra, um painel em fragmentos da vida contemporânea que interpela o leitor a todo momento com sucessivas denúncias de opressão (“sonha/ mas não ressones/ que a polícia está atenta”) e convocações à revolta (“deixa a tua mão crescer/ não a gastes em apertos”).

No lançamento do livro no Brasil estiveram presentes cinco artistas brasileiros, radicados no Rio de Janeiro, de diferentes gerações e tendências, que musicaram o Rap Global, um texto poético de 69 páginas. Os artistas criadores foram o multiinstrumentista e compositor mineiro César Lacerda, o DJ e produtor musical carioca DJ Machintal, a rapper carioca Combatente, de Vigário Geral, o rapper Nike, de Nova Iguaçu e a paraibana MC Numa Ciro, psicanalista e performer.

Entrevista completa:

Rap global, novo livro de poesia de Boaventura de Sousa Santos

Aquesta entrada ha esta publicada en ENSENYAMENT, MOVIMENTS SOCIALS, video, Videos. Afegeix a les adreces d'interès l'enllaç permanent.

Deixa un comentari

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

Esteu comentant fent servir el compte WordPress.com. Log Out / Canvia )

Twitter picture

Esteu comentant fent servir el compte Twitter. Log Out / Canvia )

Facebook photo

Esteu comentant fent servir el compte Facebook. Log Out / Canvia )

Google+ photo

Esteu comentant fent servir el compte Google+. Log Out / Canvia )

Connecting to %s