Criação do memorial do FSM

Na tarde da terça-feira, 10 maio, entidades responsáveis pela organização do Fórum Social Mundial assinaram o Protocolo de Intenções para a criação do memorial do FSM. O evento aconteceu no Memorial do Rio Grande do Sul e contou com a presença do governador do Estado, Tarso Genro; o sociólogo Boaventura dos Santos; o presidente da CUT-RS, Celso Woyciechowski; o representante da ABONG, Mauri Cruz e o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, entre outras. Pela SE CI do Fórum Mundial de Educação estiveram presentes Albert Sansano (STEs-i), Salete Valesan (CLACSO-FLACSO) e Leslie Campaner de Toledo (FMRPPV)

Os arquivos, documentos históricos e secretaria do Fórum Social Mundial ficarão sediados em Porto Alegre a partir deste ano. Em uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura, o Memorial do Rio Grande do Sul será o local. Um protocolo de intenções foi assinado na tarde desta terça-feira (10) pelo Estado, prefeitura da capital e entidades organizadoras do evento para garantir o espaço permanente.

O secretário executivo da Associação Brasileira das Organizações Sociais, Mauri Cruz disse que o local recupera um espaço que já existiu em Porto Alegre, “agora podemos organizar todo o material espalhado nas entidades em um só local e disponibilizá-lo para a cidadania”.

Para o governador Tarso Genro o memorial do Fórum Social Mundial consolida a democracia participativa. “O protocolo tem uma significação, um cruzamento histórico importante. Porto Alegre cidade do orçamento participativo, cidade do Fórum Social Mundial, o estado do Rio Grande do Sul representando esse projeto, e agora acolhe o Memorial do Fórum. Como disse o professor Boaventura, que é a memória do futuro e não somente a memória fragmentada paralisada daquilo que já se fez”, disse o governador.

O escritor e sociólogo português, Boaventura de Souza Santos, considerado um dos maiores promotores do Fórum Social Mundial no mundo, participou da assinatura do protocolo e ressalta que nenhuma cidade seria mais significativa para abrigar a memória do FSM do que Porto Alegre. “Todos os movimentos sociais, todos aqueles que trabalham com movimentos sociais, se sentem em casa em Porto Alegre. A cidade se alia às boas causas, à luta pela democracia, à inclusão cidadã. O mundo progressista sente-se em casa em Porto Alegre”, afirma o sociólogo.

O próximo Fórum Social Mundial ocorre janeiro de 2012 em Porto Alegre, e será Temàtico, Metropolitano e Internacional, um evento preparatório para a conferência Rio +20 que se realiza em junho do ano que vem para debater modelos de desenvolvimento sustentável para o futuro do planeta.

Aquesta entrada ha esta publicada en ENSENYAMENT, MOVIMENTS SOCIALS. Afegeix a les adreces d'interès l'enllaç permanent.

Deixa un comentari

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

Esteu comentant fent servir el compte WordPress.com. Log Out / Canvia )

Twitter picture

Esteu comentant fent servir el compte Twitter. Log Out / Canvia )

Facebook photo

Esteu comentant fent servir el compte Facebook. Log Out / Canvia )

Google+ photo

Esteu comentant fent servir el compte Google+. Log Out / Canvia )

Connecting to %s