Começam trabalhos do III FMEPT

Há pouco mais de um ano da realização da terceira edição do Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica (FMEPT),a Secretaria Executiva, com seus primeiros integrantes, inicia os trabalhos de organização do evento. Numa reunião realizada nesta terça-feira (8), ocorreram os primeiros encaminhamentos, com a participação do representante do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) – que sediou a terceira edição do evento – Felipe Cintra, e do representante do Conselho Internacional do Fórum Mundial, Albert Sansano.

“O Fórum Mundial de Educação Profissional é derivado do Fórum Mundial de Educação que, por sua vez, é derivado do Fórum Social Mundial”, explicou a secretária-executiva do evento, Maria José Melo. Ela alertou sobre a necessidade de celeridade, apresentou um plano de trabalho e explicou que todas as decisões serão tomadas juntamente à equipe organizadora. Nessa primeira reunião, também deixou claro a necessidade cooperação de outras instituições e de todos os servidores do IFPE.

A fala de Melo foi corroborada pela de Cintra. “Os servidores do IFSC compreenderam e se apropriaram do evento. Todos participaram”, ressaltou. Graças a tantos esforços, a organização do evento liderada pela instituição catarinense foi um sucesso que pode ser comprovado através de números. Foram cerca de 26 mil inscritos. Desses, 16.212 compareceram. Houve 389 atividades, além de 67 palestrantes, sendo 29 de origem internacional. A ideia é repetir o sucesso em terras pernambucanas, com um público estimado em 20 mil pessoas.

Apesar dos números, Sansano alerta que a preocupação do Fórum é bem maior do que reunir grandes quantidades de pessoas. “Cada Fórum é único. Não devemos ter a preocupação de superar Santa Catarina”, enfatizou. Segundo ele, o evento tem características singulares. Nenhum palestrante cobra, por exemplo, apenas recebem hospedagem e diária. As discussões contemplam os mais diferentes aspectos sociais. São realizadas, na mesma proporção, por homens e mulheres – e pelos mais deferentes povos, abrangendo negros, índios e, sobretudo, os diversos movimentos sociais. “A maior característica do Fórum é a importância dos movimentos sociais”, ressaltou.

Será a primeira vez que um Fórum desse tipo será realizado no Nordeste do Brasil. A escolha do IFPE para liderar o evento foi definida na segunda edição do FMEPT, em 2012. “É uma honra para Pernambuco sediar um evento deste porte. Especialmente, neste momento de grande desenvolvimento econômico e social. O IFPE vai liderar o processo de organização do Fórum, mas é importante ressaltar que todo o Brasil estará envolvido no trabalho”, disse a pró-reitora de Pesquisa, Anália Keyla. O Fórum ocorrerá em maio de 2015.

Aquesta entrada ha esta publicada en ENSENYAMENT, FME - FSM. Afegeix a les adreces d'interès l'enllaç permanent.

Deixa un comentari

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

Esteu comentant fent servir el compte WordPress.com. Log Out / Canvia )

Twitter picture

Esteu comentant fent servir el compte Twitter. Log Out / Canvia )

Facebook photo

Esteu comentant fent servir el compte Facebook. Log Out / Canvia )

Google+ photo

Esteu comentant fent servir el compte Google+. Log Out / Canvia )

Connecting to %s